No clichê de amores descartáveis, em tempos de filmes descartáveis, surge uma ótima versão do drama bíblico e, como o título anuncia, O Novíssimo Testamento, com adições à história original.

Uma mistura de carências, afetividade, maldades, paixões, enfim, amores.

Sinopse: Deus existe e mora em Bruxelas com a sua filha. Mas a relação entre os dois é tão complicada que a filha decide se vingar do pai, roubando o computador divino e revelando a todos os humanos a data de sua morte. Para conter a crise, Deus volta a viver normalmente entre os homens, descobrindo o verdadeiro caos que é a Terra nos dias de hoje.

Assista ao filme e a uma das trilhas:

Charles Trenet – La mer

Para gostar também:

Últimos posts por Fernando Saling (exibir todos)


Pin It on Pinterest